PRG diz que entrega de cartas pelos Correios não pode ser privatizada

O procurador-geral da República, Augusto Aras, apresentou um parecer ao Supremo contra a possibilidade de privatização do serviço postal dos Correios — a atividade de envio de correspondências dentro do país.

Veja AQUI.

Compartilhe agora com seus amigos