Privatizar os Correios é destruir o Brasil

Publicada dia 30/09/2021 10:00

Parte da destruição está na entrega de setores econômicos e serviços estratégicos controlados pelo Estado para bancos e grupos privados gerirem, ampliarem seus lucros e prejudicar os pequenos e médios negócios

A privatização dos Correios está nesse bojo. Não há nada que justifique a venda dessa estatal essencial para o país e a população. O que move o governo é a intenção de favorecer e agradar os interesses de grupos econômicos poderosos.

O Correio não pode ser privatizado! É uma empresa estratégica para o país. Sem ela não é possível garantir serviço postal de qualidade e a preços acessíveis à maior parte da população e das cidades em um país grande como o Brasil.

No mundo todo, apenas 8 países têm Correios privados. São todos pequenos e alguns deles já estão voltando atrás, como Portugal e Argentina, depois de provarem na pele do povo que a privatização não funciona.

Gigantes como os Estados Unidos mantêm seus Correios estatais para garantir a integração do território, segurança postal, soberania e o direito à comunicação postal à população com tarifas justas.

CORREIOS, O QUE É ESSENCIAL PARA O POVO NÃO SE VENDE!

Compartilhe agora com seus amigos